segunda-feira, 18 de outubro de 2010

AZUL E TINTO





Guarda contigo
Meu verso nu e tinto
Que eu levo comigo
O grito do que sinto.

Cristais da calma
Projetados ao chão
Fúria das águas
Lágrimas de vulcão.

Guarda contigo
Cais e caos dos meus abismos
Que eu levo comigo
Teu sorriso
Cálice de absinto.

Sonho perdido!
Um sol de Dante
Sabota meu passeio de Ícaro
Deixo contigo as asas
E levo comigo o azul diluído


Tadeu Rocha

Nenhum comentário:

Postar um comentário