segunda-feira, 13 de junho de 2011

Aniversário de Fernando Pessoa



Fernando Pessoa - MAR PORTUGUÊS

Ó mar salgado, quanto do teu sal
São lágrimas de Portugal!
Por te cruzarmos, quantas mães choraram,
Quantos filhos em vão rezaram!

Quantas noivas ficaram por casar
Para que fosses nosso, ó mar!
Valeu a pena? Tudo vale a pena
Se a alma não é pequena.

Quem quer passar além do Bojador
Tem que passar além da dor.
Deus ao mar o perigo e o abismo deu,
Mas nele é que espelhou o céu.

Ps: Obrigado Magna pela lembrança.

3 comentários:

  1. Por nada, meu amigo. É a minha forma de homenagear também o poeta é avisando aos amigos. Hoje não me ocorre nada de valor para dizer ao poeta que possa publicar em Sementeiras.
    Assim, resta-me a lembrança.
    Abraço!
    Magna

    ResponderExcluir
  2. Belíssimo vídeo e belíssimo poema, Tadeu, justa homenagem ao grande poeta português!!!

    Grande Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Feliz tudo aos dois poetas. Muito me alegra em ter tido o prazer de conhecê-los. Obrigado.

    ResponderExcluir