sexta-feira, 7 de outubro de 2011



Metamorfose


Versos nos varais
Vento sopra Vivaldi
Dança da chuva
Fuga do sol

Nuvens cantam liberdade
Versos gotejam
Freneticamente
Travessia
Do varal ao chão

Semente
Árvore que cresce
Folhas bailam ao vento
Fruto que nasce
Varal vazio
Transformação

Tadeu Rocha

2 comentários:

  1. E o tempo, este eterno companheiro, a fazer a chuva cair, o vento soprar, o dia raiar e anoitecer. Versos, creio, brotaram dos varais e da semente que sempre vai nascer, por causa da chuva, do vento, do sol, da noite...
    Metamorfose? É a vida!
    Abraço, Tadeu.
    Magna

    ResponderExcluir
  2. Sempre bom ler suas percepções Magna. A vida é essa metamorfose, como você destacou. A vida é um coquetel de transformações, com uma boa dose de sentimento.

    ResponderExcluir